Governo federal pode trocar dívidas de universidades particulares por bolsas

Dívidas por Bolsas! Recebemos uma indicação do leitor Fábio Rocha de uma notícia da Folha, que afirma a possibilidade do governo federal trocar dívidas das universidades particulares por bolsas de estudo. Segundo o presidente Lula,

“[…] Tem universidade que deve há 10, 15 anos, para o governo. Não vai pagar mais. Então, se não dinheiro, pague com uma bolsa. Nos entregue de volta um doutor, nos entregue de volta uma pessoa formada”.

Esta medida pode estar presente no chamado Plano Nacional de Educação, pacote de medidas que Lula deve lançar no próximo mês para a educação. Creio que ele ainda vai gerar muito assunto para nós.

Havia um pedido feito por universidades particulares do Estado do Rio de Janeiro ao MEC, em outubro do ano passado, que já tratava dessa idéia.

Acho que a troca de dívidas por bolsas de estudo é uma alternativa bastante sensata para permitir o acesso de mais pessoas ao ensino superior (particular, privado) – assim como o ProUni. Mas já ouvi pessoas discordando, dizendo que o governo estaria sendo condescendente com o fato de elas deverem para o Estado, e ajudando a existência de milhares de universidades caça-níqueis. Vocês acham que é ou não é justo? Por quê?

Leia mais:

PS.: O futuro que está cada vez mais incerto (negativamente) é do ensino superior público – mais recentemente na esfera estadual de São Paulo. Continuamos de olhos abertos!

Esta entrada foi publicada em Todos os artigos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

17 respostas para Governo federal pode trocar dívidas de universidades particulares por bolsas

  1. Ricardo Righetto disse:

    Com certeza, acho uma excelente via para se compensar as dívidas revertendo-as diretamente em benefício da população. Para evitar a condescendência com as “caça-níqueis”, que se proliferam a cada esquina, creio que essa alternativa deveria ser oferecida às universidades particulares baseando-se em critérios como qualidade dos cursos e produção científica. Dessa forma, faculdade que não acrescenta nada à educação do país (pra não dizer “ruim”) teria que pagar em dinheiro mesmo.

  2. Alex Grilo disse:

    Achei muito interessante a resolução de Lula para contribuir com o avanço na educação brasileira. Mas tem o porém já citado no artigo.
    Ricardo, acho que uma vez listadas as faculdades caça-níqueis, não deve ser permitido que elas continuem a funcionar, a não ser que melhorem o curso.

  3. Fábio Rocha disse:

    A única coisa que me preocupa é na qualidade de do ensino privado já que, quanto mais bolsas a instituição particular proporcionar menos recursos (acredito eu) que ela vai ter para “investir” e manter um ensino de qualidade.

  4. Rafael disse:

    Contudo, Ricardo, se pensarmos assim, também não poderíamos cobrar a dívida em dinheiro, pois da mesma forma “acabaria” com os recursos que a faculdade teria para “investir”. Entre cobrar e cobrar, que são as únicas opções que o governo tem, é melhor cobrar com bolsas, já que o dinheiro demoraria muito mais para chegar aos cofres públicos…

  5. Ricardo Righetto disse:

    É uma boa colocação, Rafael, mas aí caímos no problema levantado pelo Fábio…

  6. Debora disse:

    Acho que foi inclusive uma idéia que veio tarde. Mas concordo com o Ricardo escolher as Universidades que receberão esse benefício, afinal estamos todos pagando por isso, não é estudo ‘grátis’ não. Custou caro para todos, assim como custa caro uma escola como a UNICAMP, a USP a UFRJ…

  7. Gustavo Haruki disse:

    A troca de dívida ou isenção de impostos por bolsas de estudo é o mesmo fenômeno: a terceirização do ensino superior no país (conhecido também como ProUni)

    É dever do MEC fiscalizar a qualidade de tais cursos; caso ele cumpra esse papel com destreza, haverá um grande salto no que se trata do acesso ao ensino superior no país; caso contrário (mais provável), os tais caça-níqueis continuarão, agora financiados pelo Estado.

  8. André disse:

    Por partes:
    Ricardo Righetto, concordo sobre a necessidade de adoção de critérios – e rígidos – para a seleção das universidades – de preferência, as bolsas deviam ser apenas para as melhores. Também estou com o Alex Grilo sobre a questão de que universidades “ruins” devem deixar de operar – o que tem acontecido em alguns casos, menos do que deveriam.
    Fábio Rocha, creio que o governo, que nos representa, deve, sim, cobrar a dívida delas, assim como cobrar de qualquer um de nós que fica devendo. É o nosso dinheiro lá. Se elas não tem como pagar em dinheiro, então, que venham bolsas, que se expanda o ensino superior. Mas se isso for quebrá-las, se elas não tem capacidade, não deveriam estar em operação, ao meu ver. Acho que é apenas uma forma do governo cobrar o que lhe (ou nos) é de direito.
    Rafael, me parece que você estava mesmo respondendo ao Fábion não?!
    Débora, ótima colocação. É dinheiro de todos, devemos ficar de olho mesmo.
    Gustavo Haruki, discutiremos o ProUni em um outro momento, mais adiante, mas lembro que existe uma massa de jovens que já estão aí e que não podem esperar para a melhoria gradual e lenta da educação básica (que ainda não começou, deixemos claro). As universidades públicas atualmente não conseguem ampliar o quadro de alunos sem sucatear o ensino. Portanto, creio que o ProUni seja uma medida válida, no contexto que estamos hoje (mas ainda não concordo com a educação e saúde seguindo lógica de negócio, visando lucro apenas). Realmente a medida supracitada prevê boa atuação do MEC na fiscalização dos cursos, para que somente cursos aceitáveis existam. E se a fiscalização está fracassando, é um outro caso, um outro problema. Afinal, se essas universidades já estão devendo ao Estado, e não pagarão, elas só estariam dando uma contrapartida social com essas bolsas.

    Obrigado pela participação de todos!

  9. Rafael disse:

    Verdade, André, eu errei o nome, queria dizer Fábio, não Ricardo.
    [s]

  10. Carolina Polezi disse:

    Concordo com a Débora quando diz que essa idéia veio tarde, realmente é uma solução bem razoável para quitar a dívida dessas universidades que nunca vão pagar.
    Porém acho q o pagamento de impostos não deve deixar de acontecer essa devia apenas ser uma forma de cobrar as dívidas já passadas.

  11. genita campos garcia disse:

    Achei excelente a ideia do Presidente Lula,pois o sonho do meu filho é fazer o curso de medicina e não temos condições de dar esse curso na escola particular e passar no vestibular na Federal quase é ganhar na loteria. Pois a maioria dos alunos que passam na Federal ão os que estudaram desde a educação infantil na escola particula. Acaba a universidade Federal dando mais privilegio as classes mais favorecidas, enquanto nos da classe média ficamos para tras.

  12. genita campos garcia disse:

    Achei excelente a ideia do Presidente Lula,pois o sonho do meu filho é fazer o curso de medicina e não temos condições de dar esse curso na escola particular e passar no vestibular na Federal quase é ganhar na loteria. Pois a maioria dos alunos que passam na Federal são os que estudaram desde a educação infantil na escola particular. Acaba a universidade Federal dando mais privilegio as classes mais favorecidas, enquanto nós da classe média ficamos para tras, só no sonho.

  13. Verônica Araújo Santos disse:

    Acho uma excelente idéia pois eu sou um exemplo entre muitas pessoas que tem o sonho de fazer uma faculdade de Medicina e no entanto não tenho condições,e a universidade pública esta uma meta lançada a um rico pois são muitos deles que estão lá pois a prova só esta a nível de quem estuda em escola particular ou tem dinheiro para pagar cursinho.
    Isso é muito triste pois se torna quase impossivel para nós pobres consigamos realizar esse sonho.
    Seria uma grande contemplação para nós podermos mostrar que tbm queremos estudar e ajudar o povo brasileiro.

  14. Kaila Adriana disse:

    É um idéia mais que sensata,pois nós jovens de baixa renda temos nosso valor,mais colocando em peso nossa educação defasada de escolas públicas não há como competir com alunos mais que preparados por boas escolas,cursinhos e livros que seus pais podem dar.É muito triste não poder disponibilizar de mais vagas nas faculdades públicas,então,pelo menos nas universidades particulares temos que ter alguma esperança por parte do governo,que há muito tempo deveria disponibilizar educação superior a todos.Pois diante dos outros países somos uma vergonha no quesito educação.

  15. Daiane Mathias disse:

    Claro que sim!ah mais tempo,eu mesmo queria uma bolsa de alguma faculdade..

  16. Pingback: ProUni - conhecendo melhor » Futuro Professor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *