Governo Serra, arredondamento de notas e memorex

Através de uma resolução no Diário Oficial do Estado de S. Paulo do último dia 11 de maio, as escolas de São Paulo passam a ter um sistema de avaliação padronizado, com notas bimestrais de 0 a 10 (em número inteiros). Para isso, as notas serão arrendondadas para cima: 4,1 se torna 5, permitindo aprovação.

A escolha do sistema de avaliação de notas de 0 a 10 foi feita entre os 13 sistemas existentes hoje nas escolas do Estado. Todas as escolas passarão a ter o boletim com as notas disponibilizado online, através de um sistema unificado.

Maria Lúcia Vasconcelos, secretária de Educação, afirma que esse foi o “primeiro passo para a mudança na avaliação da progressão continuada, cuja avaliação passa a ser a cada dois anos, e não quatro, como ocorre hoje”. Diz ela: “os alunos poderão ser reprovados na 2ª, 4ª, 6ª e 8ª séries1“. Segundo o Governador, José Serra, “não tem repetência, mas os alunos que não puderem prosseguir pertencerão a classes especiais de recuperação.”. Essas medidas representam, segundo o governador, um “grande avanço” na educação do Estado.

Você concorda?

Tabuada e “decoreba”

No início do ano, José Serra atacou de pedagogo, e disse: “defendo uma tese bastante reacionária nessa matéria, que tenho levado para as escolas, de que tem que memorizar a tabuada, tem que ter torneio de tabuada, decorar a tabuada e coisas do tipo.” Em outro momento, disse estar “insistindo muito na volta de procedimentos tradicionais de ensino, como memorizar a tabuada, que é uma coisa que saiu de moda. […] Os jornalistas aqui são jovenzinhos e estudaram pelos métodos construtivistas. A pessoa entende como chega lá, mas não sabe de memória. Defendo que se memorize a tabuada. É memorex2“.

Serra com rifle - pérola encontrada no andrekenji.com.br/weblogComo tem se tornado marca nesse início de atuação do governador, ele segue agindo na contramão do diálogo com estudiosos, educadores e pedagogos, e confiando os rumos na eficiência de suas próprias convicções. Vale lembrar que quando o PDE (“PAC da Educação”, de Lula) foi lançado, foi elogiado por ter a proposta de discutir e construir com educadores e toda a sociedade as medidas a serem tomadas, e criticado por algumas entidades por justamente não ouvir a todos na construção das medidas.

Como você enxerga essas medidas do governo? Seriam capazes de melhorar e colocar o ensino básico paulista no rumo certo? Deveria a “decoreba” voltar? Com a palavra você, leitor.

Leia mais:

1 Estranho ela falar em série, se o ensino fundamental mudou para 9 “anos” – mudança que deve ser totalmente implantada até 2010.

2 Como jovem inexperiente que sou, e assumindo minha ignorância no assunto, alguém pode me dizer o que significa “memorex“?

Esta entrada foi publicada em Política Educacional, Sala de Aula, Todos os artigos e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

12 respostas para Governo Serra, arredondamento de notas e memorex

  1. Debora disse:

    André, acho que o memorex é um remédio… rs…

  2. Ricardo Righetto disse:

    Façamos torneios de tabuada e conjugação de verbos!
    Ah, tem que ter milho pra ajoelhar e reguada também, as mais eficientes medidas disciplinares conhecidas.
    Grande Serra, no futuro, quando estiverem extintos esses baderneiros de reitoria, seus esforços serão reconhecidos!

  3. Karen disse:

    Nossa, além do sucateamento, da não reprovações em mtas séries, agora o arredondamento e o retorno do memorex?
    Ele quer criar mais robôs, papagaios, repetidores de teorias anteriores sem capacidade crítica…
    O lado bom é que qto mais explícito os governos deixam seus jogos de poder, mais breve será a virada de mesa e, quem sabe, o Brasil realmente passe a progredir.

  4. marta angélica greco barbosa disse:

    Engraçado, primeiro mudam tudo,notas,forma de ensino,metodologias e tudo mais..depois retorna tudo :volta notas, formas de ensino, metodologia..Meu Deus nde vamos parar, será que ninguém quer progredir nesse País, se´ra que tem medo….e volta tudo…medo de que. cade a ousadia, a segurança ….acorda serrs…

  5. Luana de Paula Santos disse:

    Bem,na minha opinião as notas não devem ser arredondadas para um número maior e sim para um número menor,porque se não os alunos irão passar de ano sem saberem nada,que é o que os nossos governantes corruptos e principalmente o nosso querido Lula querem.E gostaria de pedir que além das olimpíadas de matemática houvesse uma de redação também.

  6. sauro disse:

    bom. o ler e escrever está ai, porque tanto trabalho e agora retornar para a era primitiva com o decoreba, povo burro, povo trabalhor?

  7. mahely disse:

    em primeiro lugar vc fuma como eu fumo?
    vc ja me desempregou e quer desempregar todos quer desempregar mais de ¨1.00¨milhoes de brasileiros qual é a sua ?

  8. leonardo disse:

    pelomenos serra voçe poderia eviar as apostiras na data serta ñ junto com as provas

  9. Suely disse:

    Essa “idéia” deve servir só para ele (com todo respeito)!
    Já é querer demais, só faltava essa de “decoreba” penso que ele esteja com aquela doença do “alemão”.
    Chega de falação e vamos ao que interessa!
    Não perca mais tempo Serra, já ficamos muito tempo marcando passo, vamos adiante, a Educação precisa dar saltos de qualidade porque quantidade tem muita… muita gente para aprender mais e saber o que fazer com o destino do nosso país, que vai de mau a pior.
    O melhor para: Saúde, Educação, Moradia, Transporte, Alimentação e etc. São as necessidades do brasileiro, tão sofrido e trabalhador… é que o tanto precisamos…chega de tanta besteira e enganação.
    Ainda por cima vocês (politicos) que tem um sério compromisso com o povo brasileiro, pensam que nos enganam.
    Vai pensando, vai!
    Falando sério! Vai trabalhar, homem!

  10. TONI FERREIRA disse:

    Que se pode esperar de um homem que joga o valor dos professores no lixo?
    Para “decoreba” não é preciso professor. Ademais, as escolas paulitas parecem a ESCOLINHA DO PROFESSOR RAIMUNDO (pra nao dizer do Magal), e o salário ó!

  11. Andrea!! disse:

    Tenho uma filha de 7 anos que está no 3ºano e que até o ano passado estava estudando com o método construtivismo. É um método que não me agradou em nada, esse método foca muito em gênero textual.
    Ela não sabe interpretar e nem produzir um texto, as repostas dos exercícios do livro eram elaboras por todos os alunos numa roda de conversa, que então a profª colocava a resposta elaborada na lousa para todos copiarem, que também me deixava muito irritada. E os livros não tinham muito exercícios para serem praticados, sempre peguei atividades em blogs do picasa para ela fazer em casa. Pois sempre me dediquei pela educação da minha filha que com 5 anos já estava lendo e escrevendo, por que eu a ensinei com essas atividades pelo método tradicional, pois foi com esse método que eu aprendi e estou muito satisfeita com 40 anos, por que sei a tabuada decorada e na ponta da língua e estou ensinando a minha filha assim também e com esse método construtivismo os adolecentes de hoje não sabem nada!!!!!!!!!!!!!!!

  12. Andrea!! disse:

    Ah! e com relação as notas arredondadas, eu não concordo
    O aluno tem que tirar a nota que realmente merece

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *